Atividades.Português

domingo, agosto 20, 2006

Joãozinho e Maria na cidade

Joãozinho e Maria na cidade

AUGUSTA FARO FLEURY Joãozinho e Maria, depois de conseguir eliminar a terrível, monstrenga, endiabrada Bruxalda, a bruxa mais cruel do Reino das Bruxas e do Principado da Cornuália, voltaram a morar em sua casinha no meio da floresta. Com seus pais, claro! Aprenderam a ler, faziam contas e problemas com ajuda de pedrinhas, flores, pauzinhos, grãos e ramos – assim, ficaram ótimos em matemática. Seu Mudinho, pai das crianças, queria que elas fossem para a capital, estudar mais. Então, levou os meninos para lá. De cara, Joãozinho e Maria foram morar num edifício grandão. Todo dia, só de pensar em descer no elevador, Maria sentia gelar a barriga, batia queixo, suava as mãos e bambeava as pernas. Tadinha! E Joãozinho? Sempre se perdia no caminho da escola. No colégio, os colegas riam deles. Caçoavam das roupas desengonçadas, dos cabelos feios e da maneira como carregavam o lanche e os livros: dentro de um carrinho de bebê. Como sofriam os garotos da floresta naquela cidade! Joãozinho e Maria ficavam sem graça com as brincadeiras, riam amarelo, não sabendo o que fazer ou dizer. Quando pensavam numa resposta já havia passado da hora. Joãozinho e Maria desmaiavam de saudades da floresta, dos regatos e cachoeiras, do banhos de rio, do silêncio bom para pensar e dormir, da cantoria dos passarinhos cedinho, do carinho dos pais. O tempo passava, tanto Joãozinho quanto Maria desejavam cursar veterinária para cuidar dos bichos das matas. Tinham um bom motivo: em sua casa na floresta, moravam no quintal cachorrinhos, gatos do mato, tucanos, pombas, galos, perus, galinhas, peixes, sapos, lagartixas, borboletas e ainda oncinhas, lobos, tamanduás, macacos, coelhinhos, tartarugas, jabutis, porcos. Nem sei quantos bichos mais zanzavam por aquele quintalão. Joãozinho e Maria refugiavam-se no zoológico ou no jardim botânico todos os domingos. Mas isso não diminuía a saudade. Aliás, pelo contrário. Também estavam irritados com o trânsito doido, com os seqüestros e roubos todos os dias por perto. A falta de educação geral, o barulho, a falta de água (às vezes), e o escuro quando também faltava luz (na floresta não havia luz, só lamparinas, e isso eles apagavam quando queriam). Pois é, Joãozinho ficou bobo de ver como existiam tantas farmácias, hospitais, clínicas: – Credo! Que gente doente, essa da cidade! – espantou-se um dia. Maria ficou impressionada com o povo que se dizia civilizado: – Gente estúpida, briguenta, de cara ruim! – reclamou a menina. Sem pensar mais, os dois irmaõs fizeram suas malinhas e, dessa vez, fugiram para a casa da floresta de vez. A cidade grande era pior que todas bruxas do mundo! Assim, voltaram a ser felizes, cuidando da bicharada e passeando de vez em quando no povoado. – Felicidade é isso! – garantiam para quem quisesse ouvir Joãozinho, Maria, Mudinho e a mãe, Norinha.
Amiguinho caipira
Eliane Varaschini Ô, cumpadi! Ô, cumadi! Vamo fazê um buneco gaiato pra mode enfeitá o arraiá?
Materiais
x Prato de papelão x Retalhos de papel e de tecidos, fitas x Canetinhas x Cola e tesoura


Hora de Fazer
x Desenhe o rosto do caipira no prato de papelão usando as canetinhas coloridas. Ao redor cole os cabelos feitos de papel, tecido ou qualquer outro material que tiver em casa. Vale inventar! x Recorte o chapéu em papelão ou cartolina e enfeite como a imaginação mandar. x Pronto! Agora, cole a carinha num espetinho ou galho e fixe no lugar escolhido.

3 Comments:

  • At 19/12/07 23:24, Blogger rafael said…

    Nossa!Achei muito interessante este final de história, ainda não tinha percebido esse nova possibilidade de trabalhar com os meus alunos.Como é bom poder contar com parceiros competente e criativos como vocês. Fiquei muito feliz e gostaria de estar sempre recebendo sugestões, experiências como esta, que só vem acrescentar os nossos conhecimentos para enriquecermos as nossas aulas. Sou professora, gosto do que faço e admiro as pessoas dedicadas e cmprometidas com a educação.
    Um grande abraço. Aguardo mais sugestões.Desejo um feliz natal a todos Berenice Mendes de Oliveira- Salinas - MG e mail berenicemendese@.com.br

     
  • At 20/4/09 17:29, Blogger Mara Rúbia Pereira Duarte Rocha said…

    Adorei as vezes nao sabemos com formular uma provinha. Ja montei uma de portugues meus alunos sao do 4 ano. Beijos.....

     
  • At 16/11/15 14:38, Blogger sunflower said…


    Bộ phim có lẽ cũng không có gì để gọi là quá đặc biệt nhưng nó là hình ảnh thực với những suy nghĩ mang đậm chất "một tuổi thơ dữ dội", có lẽ đấy là lý do bộ phim "hot" thế.
    trung tâm kế toán tại bắc giang
    trung tâm kế toán tại ninh bình
    trung tâm kế toán tại lĩnh nam
    học kế toán tại thanh trì
    Và rồi như gặp lại mình trong một số hình ảnh trong phim.... Xem phim có cười có khóc...
    và chắc mình chưa đọc hết truyện nên không thất vọng như nhiều người khác...

     

Postar um comentário

<< Home